Publicações que recebem ISBN

Compete a Agência Internacional coordenar e supervisionar a nível mundial o sistema ISBN

  • agendas com texto de grande predominância de texto e/ou texto e fotografias (muito mais texto/conteúdo do que espaço para    anotações, que tem que ser ínfimo, ou seja, quase nenhum);
  • anais, seminários, encontros....( recebem ISBN para cada volume e recebem ISSN pelo título da série, que permanecerá o mesmo para todas as partes ou volumes da série. Quando um ISBN e um ISSN são atribuídos à mesma publicação, devem estar claramente identificados );
  • apostilas de concursos;
  • artigos de uma publicação em série específica (não a publicação em série na sua totalidade): quando os artigos individuais forem separadamente disponibilizados por um editor, estes estarão qualificados como publicações e receberá um ISBN;
  • aplicativos para e-book ( livros eletrônicos), desde que possuam conteúdo textual significativos e possam ser considerados uma publicação monográfica e disponível para o público. Imagens em movimento e som, podem ser incluídos;
  • áudio livros, seja físico ou acessível na internet, para que sejam baixados ou redistribuídos;
  • aulas e cursos em vídeo somente se forem educacionais e comercializados (enviar o material para análise da Agência);
  • capítulos individuais separados e disponibilizados pelo editor;
  • catálogos de exposição com texto explicativo;
  • diário de bordo vinculado estritamente a projetos educacionais – ensino fundamental;
  • discursos ( versão textual tornada pública);
  • guias;
  • livros de arte e livros ilustrados com uma página de título e/ou texto ou legendas;
  • livros em fita cassete, CD, DVD (audiolivros) (livros falantes);
  • livros impressos;
  • mapas (especificando sua escala) e atlas;
  • publicações em braille;
  • publicação infanto juvenil (jogos e passatempos que contenham atividades educacionais) (é obrigatório o envio de tais publicações para análise da Agência );
  • publicações eletrônicas, na Internet ou em suportes físicos (fitas lidas por máquinas, disquetes ou em CD Rom);
  • software educacional ou instrutivo;
  • relatórios (que são públicos);
  • cópias digitalizadas de publicações impressas;
  • diários, álbum de bebê, livro de bebê...SOMENTE RECEBERÃO ISBN SE CONTER TEXTOS SIGNIFICANTES E EXPLICATIVOS. (é obrigatório o envio de tais publicações para análise da Agência );



( Norma válida a partir de Setembro de 2014, determinada pela Agência Internacional do ISBN).

 

Informamos que em consonância com a Lei do Livro – cap. II – artº IV

  • álbuns para colorir, pintar, recortar ou armar ( direcionados a conteúdos educativos e com textos significativos e explicativos)
  • álbum de figurinha ( direcionados a conteúdos educativos e com textos significativos e explicativos).

 

As listas e exemplos acima não pretendem abranger a totalidade, pois há diferenças na sua prática legal e comercial em muitos países. Fica a critério da Agência Nacional do país a sua atribuição.

 

OBS: Caso algum tipo de obra não faça parte dessa lista, entrar em contato com a
          Agência.


Fundação Biblioteca Nacional | Ministério da Cidadania | Brasil.gov.br
Copyright ® Fundação Miguel de Cervantes
Rua México, 45 – 5º andar – Edifício Lumex - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20031-144
Desenvolvido por BBR IT - versão 2.0